Em 15 de julho de 1889 Dom Pedro II sofreu uma tentativa de assassinato no Rio de Janeiro. Dom Pedro II, acompanhado da esposa, da filha e do neto mais velho, foi ao Teatro Sant'Anna, hoje conhecido como Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro. Ao final da apresentação, bem depois da meia-noite, no meio da multidão, a Família Imperial se dirigiu para a saída. A princesa imperial ia à frente, seguida pelo imperador, que estava de braço dado com a imperatriz, e atrás deles o infante D. Pedro Augusto. Tudo ia bem até que os imperadores e príncipes chegaram ao vestíbulo, onde um súbito grito de “Viva a República!” entrou em erupção.

A tentativa de assassinato do imperador Dom Pedro II
Gravura no jornal francês Le Monde illustré sobre o atentado, em 21 de setembro de 1889, junto com um retrato de Adriano do Valle.