Imperador Dom Pedro II e a Imperatriz Dona Teresa Cristina eram indivíduos simples, avessos a qualquer tipo de luxo, e as refeições palacianas eram caracterizadas pela frugalidade. O prato preferido do imperador, sempre presente em todas as refeições, eram as sopas, com destaque para um suculento caldo de galinha. Parece que essa preferência foi uma espécie de herança genética, já que sua bisavó, a rainha Dona Maria I de Portugal, também era amante do caldo de galinha, assim como seu avô, o rei Dom João VI, se deliciava com coxas de frango assadas.

A Imperatriz Teresa Cristina e a origem da Coxinha